Da série: Servidores Públicos

            Fazem 37 dias desde o primeiro assalto de que fui vítima. Desde então, perdi todos os meus documentos. Recebi o Registro de Ocorrência (depois de amargar muitas horas de espera enquanto nossa polícia se refestelava numa bela feijoada), e portanto, a isenção das taxas, mas quem disse que consigo tirar os documentos.

            O despreparo é tanto que chego no guichê, pego as informações e quando volto, está faltando alguma coisa. Me sinto como nos tempos da inflação: os remarcadores de preço não paravam. De manhã, passava no mercado e pedia a minha mãe certo biscoito, a tarde, quando ela voltava com o dinheirinho da costura já não era o mesmo preço, ela não podia comprar (Vixe, estou ficando velha).

            Hoje de manhã fui ao Detran. Objetivo: Segunda via da carteira de identidade.

            Para os meus documentos, enfim, a simpática recepcionista disse:

– Ok. Ok. Ok, certinho. Só falta a foto com o fundo branco.

E segue o diálogo:

– Ué, mas você me disse ontem que a foto era feita aqui.

– É, mas a máquina quebrou.

– Quebrou?

– É. Próximo, por favor.

Tudo bem, fui solenemente dispensada. Arrumei meus documentos de volta no envelope e fui providenciar a tal foto, claro, em um lugar desses instantâneos, porque afinal de contas, não dá pra perder mais tempo.

Volto.

– Senhora, essa foto não tem fundo branco.

– Como assim?! Claro que o fundo é branco. Pedi foto de documento. O fundo é branco ou estou daltônica?

– Senhora, pra ter o fundo branco, não pode ser foto instantânea. Porque o papel é de baixa qualidade, quando eles lá scaneam fica uma sombra… Não pode ficar sombra, entendeu?! Tem que ficar branco como o papel.

– Tá. Por que você não me disse isso antes?!

– Próximo, por favor.

 

Ser-vi-do-res pú-bli-cos, não é óbvio que eles deveriam trabalhar pelo povo, para o povo? Eu queria continuar esse post, mas estou indignada demais para concatenar idéias. Aliás,  minha maré está muito pesada, ou mais alguém tem vontade de fazer revolução armada no país, para remar esse barco a deriva para algum lugar?!

Por onde olho, encontro pessoas felizes (ainda) por Obama, usando camisetas do Obama… Sim, eu me rendi também ao fato histórico, mas como se diz por aí, o bicho está pegando no Brasil. Ninguém por aqui tem motivos para comemorar coisa alguma. O que mais precisa acontecer para o povo abrir os olhos para o fato de que está na hora de nós fazermos História?!

Outro dia que vou para cama tendo como companhia a indignação.

1 comentário

Arquivado em Descaso

Uma resposta para “Da série: Servidores Públicos

  1. Daniel

    Isso é um absurdo.
    Eles pensam que nós não temos mais o que fazer depois de resolver esses problemas?
    Esses servidores são umas cambadas de acomodados isso sim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s