Até tu…Correios?

No meio deste lamaçal chamado Brasil eu admirava duas instituições públicas: Os Correios e os Bombeiros.

Os Bombeiros porque são militares abnegados que já vi em combate muitas vezes. Imaginem que, certa vez, houve um engavetamento no meio da Avenida das Américas (movimentada via da Barra da Tijuca) e, simplesmente, os “vermelhinhos” pousaram um helicóptero, desviando de fios de alta tensão para resgatar UMA vítima que ficou presa nas ferragens. Ao final da operação, meia dúzia de marmanjos choravam (incluindo eu) e todos os que estavam por ali, aplaudiram. Parecia cena de cinema!

 Em relação aos Correios, a admiração vinha pela presteza nos serviços e os preços acessíveis. Não posso dizer nem que é “preço de banana” porque banana que inventaram de vender a quilo, não anda tão presente na mesa dos brasileiros.

Para quem não sabe, a postagem de uma carta social custa um centavo (isso mesmo, aquele R$0,01  que você jogou fora aos montes, quando ainda se via desta moeda por aí). Para nós que usamos internet hoje em dia, não parece nada, mas isso permite que o retirante do Nordeste, que foi para São Paulo e não convive mais com a família e também não acessa a internet, tenha algum contato com suas raízes.

Pois é, mas hoje o meu mundo, definitivamente caiu: Fui roubada pelos Correios!

CORREIOS

Minha irmã, que mora no exterior, enviou para casa um presente do dia das mães. Uma bijuteria fina, que ela declarou na ficha do Sedex, mas que não chegou.

Mesmo quando ainda admirávamos a organização, sabemos que por aqui não são respeitados os direitos do cidadão, por isso, nada de muito valor ela costuma nos enviar, porém, em ocasiões especiais, como está há dez anos fora, ela sempre manda  uma lembrancinha. É um modo de se fazer presente.  A opção nesses casos, sempre foi o Sedex, que é registrado, que é rápido, permite a declaração do que é enviado… E que, portanto, julgávamos seguro até o episódio de hoje.

Quando minha mãe foi abrir o envelope, percebeu que a aba havia sido violada e colada novamente com fita adesiva. Puxou a carta de felicitações, foi abrir a caixinha em forma de panda e voilá,  a bijuteria DECLARADA NO ENVELOPE não estava lá dentro.

Agora vamos pensar juntos: Quando marginais assaltam o carro do Sedex ou o carteiro (e isso é muito normal aqui na terra de ninguém) não chega a correspondência na casa da pessoa correto? Agora, se chegou o envelope, violado e com ausência do que foi declarado (estou repetindo declarado que é para frisar bem, não é falta de sinônimos, não)… Quem será que violou a correspondência?!

Claro, mandei um e-mail para minha irmã, contando a história escabrosa, ao que ela me conta que,  há algum tempo um colega resolveu mandar de lá para cá uma panela elétrica para presentear sua mãe. O aparelho não chegou. Ele então, colocou pressão nos Correios de lá, porque afinal, pagou um EMS pela garantia da entrega do produto e a família dele, colocou pressão daqui. No final de dois meses devolveram a ele a tal panela gasta de tão usada.

Permitem um parêntese? VIOLAÇÃO DE CORRESPONDÊNCIA NÃO É CRIME previsto no artigo 151 do Código Penal? Eu respondo: Sim!  Agora, quem é que sabe me responder quem vai pagar por isso?! E se pagar, quanto tempo vai levar?

Convido a aguardarem comigo o capítulo “Sinto muito, senhora, não podemos fazer nada”, que invariavelmente vou assistir na segunda-feira, quando for reclamar meus Direitos junto aos Correios, na base de distribuição de Madureira (responsável pela área onde eu moro).

Tudo nesta terra é imoral, ilegal e impune.

10 Comentários

Arquivado em Cotidiano

10 Respostas para “Até tu…Correios?

  1. Daniel Blanco

    Nem nisso podemos confiar.
    Na verdade eu não confio em nada.

  2. Pingback: Meu Google Reader | 30 & Alguns

  3. sribeiro

    Você pode e deve reclamar com os Correios. Basta abrir um pedido de informação na página deles: http://www.correios.com.br

    Eu fiz isso, logo que começou o caso. A resposta? Bem lembrado! Merece outro post… De descaso

  4. É até um certo dia eu admirava os correios também, se não fosse o enrolo para entregar uma simples caixa que cabe até no capô do fusca, escrevi esse comentário com 14 dias que estou aguardando o correios bater na minha porta, apesar de ser PAC a encomenda está vindo de um estado vizinho, isto é, já me programei, moro no ES e está vindo do RJ, tem dois motivos para isto, ou o carteiro está vindo a pé me entrega ou viram que é PAC e pensaram “pra que vou ter pressa de entrega isso?” e joga la no canto do deposito até que um individuo tome iniciativa de entregar, agora eu sei por que o governo não usa o correios para entregar órgãos de doadores…

  5. Pingback: Meu Google Reader | 30 e Alguns

  6. Daniel Francelino

    “agora eu sei por que o governo não usa o correios para entregar órgãos de doadores…”

    O governo não usa os Correios pra entregar órgãos para transplante por que é proibido na legislação postal e regulamentos de Correios (aqui e nos outros 181 países signatários da ONU e UPU) o trânsito via postal de plantas, animais, cadáveres ou outro material orgânico, vivo ou morto, pelos riscos biológicos e outros.

  7. Pingback: Correios – Atrasando Encomendas desde… Sempre!

  8. João Lameirinhas

    Se você acha que o Corpo Bombeiro é uma instituição de respeito, experimenta tirar uma licença sem pagar propina e depois me fala o que aconteceu!!!!!

  9. Airton

    Cai nessa também. Mandei uma camisa antiga de jogo do Fluminense do ano de 1995, do Rio Grande do Sul para Natal/RN. Após 15 dias os correios me avisaram que tinham “extraviado” a encomenda. Fiz o pedido de reclamação no site e após uma semana retornaram dizendo que “foi localizado e entregue ao destinatário”. Só que a caixa chegou, porém com jornais rasgados dentro…abriram o pacote, roubaram a camisa, fecharam novamente e entregaram ao destinatário. Abri novamente a reclamação e as respostas são sempre evazivas do tipo, “a encomenda foi entregue sem qualquer problema. E ainda entregaram para um vizinho do destinatario. Desse jeito nem adianta pagar o seguro pela encomenda, eles vão lá, roubam o conteudo e entregam a caixa vazia, e depois ainda argumentam que foi entregue o objeto. Assim nem adianta pagar seguro, é melhor comprar um rosário e rezar pela sorte da mercadoria postada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s