Moradores privados do seu direito de ir e vir

Na rua onde eu moro, tem um sujeito desajustado que mora sozinho. A família o abandonou, após ele ter espancado e colocado na cadeira de rodas a própria mãe de 84 anos. Sabe Deus se o cara é usuário de drogas ou portador de deficiência mental. O que sei é que a família não quer saber dele, e a sociedade que o ature.

 Dia desses, ele invadiu e ameaçou a senhora que mora na casa da frente. Antes disso, já tinha cortado a sua água (os registros ficam nos fundos do terreno onde ele mora), enchido um saco de supermercado com urina e atirado no netinho de 2 anos desta mesma senhora.

 A vizinha do outro lado da rua, que tem 86 anos, transita armada com um cabo de vassouras, para se defender de possíveis ataques. É que em um dos surtos, ela foi defender a senhora da frente que estava sozinha com o netinho e acabou virando também alvo do desajustado. Um outro morador, foi falar com ele, a respeito das agressões e acabou apanhando também.

 Na delegacia constam as queixas por agressões, invasão de domicílio entre outras, mas isso tudo serve só como estatística, porque se mexer mesmo, a polícia não se mexe.

 Em Caminho das Índias, o personagem Tarso surtou no meio da Lapa e a Samu com todo zelo foi lá e o recolheu. Na vida real, dizem que não é de competência deles. Os Bombeiros também recolhem gatos em árvores, mas sujeito surtado ameaçando velhinhas, o discurso é o mesmo: “não é da nossa competência”.

 Procurei, então, a vereadora Rosa Fernandes – que é quase “O Poderoso Chefão” da área. Talvez ela pudesse me explicar a quem devemos recorrer. Vinte e um dias depois, um secretário dela chegou ao meu portão. Levei ele até a casa da principal vítima do dito sujeito, que vive coagida pela convivência obrigatória com o maluco. Se emocionaram? Pois leiam o desfecho:  

 “Quando ele der alteração de novo, liga pra mim que vou trazer a polícia aqui”, disse o secretário.

 Ah, ta. Só a tal senhora tem TRES BOLETINS DE OCORRÊNCIAS contra o doido varrido. Fora o resto da vizinhança. Mas é necessário que ele entre em surto para ver o que pode ser feito.

 Vocês entenderam quando eu disse que ele INVADIU A CASA DA POBRE SENHORA? Pois é. Mas ele também já correu com um facão atrás de feirante, atrás de outros moradores… Imagina se ele invade a casa dela, com o facão e mata a pobre?!

 É. Lembrei. Seguirá o clássico: Eduardo Paes vai ao enterro, entrega um buquê de flores à família, diz à imprensa que lamenta muito e que a culpa é do Sérgio Cabral que deveria dar ordem a PM. O Sérgio Cabral, muito solícito sempre aos jornalistas vai dizer que o problema é do Lula que não libera a verba. E vida que segue. Cada um por si, agarrando-se a justiça de Deus para sobreviver na terra de ninguém.    

 Constantes assaltos e roubos de carros na rua já nos impedia de transitar, agora um descontrolado a solta. Privados do nosso direito de ir e vir. Na verdade, nós é que estamos errados, assumindo a incompetência deles enquanto órgãos públicos e a nossa enquanto cidadãos de agüentar calados tantos absurdos. Eu vou insistir sempre: Até quando?!

7 Comentários

Arquivado em Uncategorized

7 Respostas para “Moradores privados do seu direito de ir e vir

  1. Ma

    Nossa!!!
    PelamordeDeus, cuidado hein!!!!

  2. Então… uma vez, invadiram minha casa e liguei para a polícia. Eles vieram e fomos à Delegacia para registrar a ocorrência. Os “invasores” foram soltos e “EU” fiquei quase detida por desacato, já que minha reação foi de indignação e revolta, mediante a “solução” que o Delegado deu ao caso.
    Não sou a favor de justiça pelas próprias mãos, mas que as “mãos” das autoridades deixam muito a desejar… isto é um fato!
    Infelizmente, né?
    Continue tentando amiga, quem sabe algum dia você seja ouvida ou ao menos respeitada em seus direitos, né?
    Beijo grande
    Elida

  3. Daniel Blanco

    Se a justiça não faz nada, então q se f… eles.
    To de saco cheio desses governantes que não fazem nada para o povo.
    Aí vai, um cara desse ameaça a minha mãe, vou protegê-la, e mando o cara para o hospital. E eu q vou acabar sendo acusado de tentativa de assassinato e vou preso.
    É uma vergonha esse país.
    Dá vontade de tacar uma bomba e ir embora daqui.
    “Alô China, mira um dos mísseis nucleares aqui por favor, mas espera eu sair por gentileza.”

  4. dani faxina

    Absurdooo!
    Este país está perdido…mesmo!
    Na minha rua, mal iluminada, ontem esfaquearam um, no pescoço, na frente do colégio no final da rua. Eram 19:00. Eu moro quase do lado do colégio..tô morrendo de medo. Não vou sair de noite sozinha.
    E eu tenho que aguentar estes políticos dizendo que fazem isso e aquilo.
    Indigninaçãooo!
    beijos

  5. Talvez o MP resolva a questão.Por aqui, no ES, este cara já teria aparecido morto!!!!É verdade, os doidos desse tipo aparecem mortos a pauladas.Eu fico apavorada.

  6. Sabe q eu antes de ler o comentário da Má, tava pensando nos justiceiros de plantão q ainda não deram um jeito nele.
    Não é justo, mas é eficiente.

  7. Pingback: Meu Google Reader | 30 & Alguns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s