Mais uma do Câncer

Sete meses após o falecimento do meu pai, nos chega a notícia de mais um caso na família: agora é meu tio (irmão do meu pai) que está com câncer de garganta. Fator genético? Talvez. Entretanto, ambos eram fumantes inveterados e por muito tempo, somaram o fumo à cervejinha, claro.

Recentemente no Fantástico, foi ao ar uma matéria, onde o Inca (Instituto Nacional do Câncer) alertava que os homens têm 77% mais chances de desenvolver esta doença e, que a probabilidade desses pacientes virem a morrer, é ainda 85% superior que nas mulheres.

Esses dados não têm nada a ver com a biologia do sexo masculino, mas com o fato dos homens se exporem muito mais aos fatores de risco: cigarro, excesso de álcool, alimentação inadequada, obesidade, vida sedentária e medo do médico, fazem parte do cardápio masculino. E é aí que mora o perigo.  

No ano passado, quem passou por aqui lembra, o sofrimento de encarar o setor de cabeça e pescoço do Inca, na Praça da Cruz Vermelha, Centro do Rio. Pessoas mutiladas por uma doença silenciosa, inclusive o meu pai, simplesmente porque como verdadeiros homens bombas alimentaram seu corpo com a pólvora, cigarro mais bebida alcoólica.

Vamos lutar com ardor por aqueles que conhecemos e não experimentaram ainda o sofrimento desse diagnóstico. Porque o mal que o cigarro faz, quem fuma, nem desconfia.

Aperte o play (depois envie a idéia).

7 Comentários

Arquivado em Hospitais Públicos

7 Respostas para “Mais uma do Câncer

  1. Em todo caso Fê, como já tem caso na família de câncer, é bom fazer exames preventivos e evitar fatores desencadeantes como tabagismo e bebidas alcoolicas.
    Perdi uma tia de câncer, mas não tinha laços sanguineos comigo.
    Fica bem.
    Big Beijos

  2. Daniel Blanco

    Na verdade, nós homens somos realmente desleixados.
    Vamos nos cuidar galera.

  3. Muito bom alerta… Eu canso de avisar a galera fumante, mas acabo sendo o “chato”.

  4. Ai vc falando assim me deixa até tensa! Meu pai fuma tbm e bebe q é uma tristeza! e pior há uma semana q ele está com uma tosse…

    E eu acho que câncer tem sim um pequeno fator genérico. Boa sorte para o seu tio.

    Beijos saltitantes
    Boa semana

  5. E se desconfiam, ignoram. Preferem acreditar que nada acontecerá.
    Sem falar no risco que nós, fumantes passivos, corremos.
    Além de campanhas, precismos que a conscientização parta de cada cidadão.
    Que Deus derrame suas bençãos aos que, no momento, passam por este sofrimento.
    Bjs

  6. Eu sou uma dessas ignorantes.
    Vou ali tacar minha cabeça na parede e já volto.

  7. Cecília

    Olá,

    Estava buscando maiores informações a respeito dessa doença e me deparei com este depoimento.
    Há pouco tempo descobrimos que meu pai está com câncer na garganta, mas ainda não sabemos sua extensão e nem qual será o melhor tratamento, semana que vem saberemos…estou emocionalmente abalada e a todo momento tentando animá-lo quanto à situação…
    Assim como a Fernanda, tenho aproveitado qualquer oportunidade para alertar quanto aos riscos do fumo, porque realmente é um mal silencioso e quando ele resolve atacar, o caminho é praticamente sem volta. Portanto não se apeguem a esse vício como uma fuga para as amarguras da vida, porque com o passar do tempo a vida ficará muito mais amarga. É triste dizer, mas só agora meu pai conseguiu larguar esse bendito vício e confio em Deus que terá essa mesma força de vontade para enfrentar o que ainda está por vir!

    Um grande abraço;
    Ciça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s