Pedro e o chip

Já repararam como as pessoas adoram falar mal da TV? Em se  tratando de canal aberto então, a conversa chega a ser tediosa:  não passa filmes novos, as reprises são cansativas, no domingo não tem nada para assistir… Aqui em casa, a banda larga me libertou. Eu leio, assisto, pesquiso aquilo que me der na telha. Custei até a descobrir o ET do Panamá. Acho mesmo que fui a última a saber.

PEDROE aí, no meio dessa liberdade para buscar o seu próprio conteúdo (já que a TV não presta), aparece o “Me dá o meu chip, Pedro”. Um vídeo de quase cinco minutos, que basicamente, mostra uma mulher fazendo escândalo na porta, do tal Pedro, de madrugada, para que ele lhe devolva o chip do seu celular; E ao fundo, um cachorro latindo com bravura, enquanto a cena acontece. Nada, além disso. Mas a filmagen, feita de uma câmera amadora, virou piada recorrente da Internet.

Na seqüência, vieram o Funk do Pedro e o vídeo de um grupo de blogueiros, que foram atrás , para conhecer a verdade sobre a história, mas de tão eufóricos, nem deixaram o “entrevistado” falar (a idéia foi boa, mas eles deram uma de Faustão, olha a influência da TV aí de novo). 

Para fechar com chave de ouro, ontem, recebi por email o “Darth Vader querendo o seu chip”, fora as incontáveis piadinhas no Twitter que se seguiram desde que a filmagem caseira virou moda na web.

Agora eu pergunto: “Quem é mais vazio, o “Pedro” ou a Lady Kate? Tudo bem, que o Zorra Total é insuportavelmente repetitivo. As piadas que são boas, com o tempo se desgastam e só o Mauricio Sherman não percebe. Enquanto o Pedro, foi piada de ocasião, que até eu ri, claro.  Mas as pessoas encontram gancho para falar de uma coisa tão banal por dias seguidos, que parece mesmo que gostam do nada que se repete na TV aberta desde que me entendo por gente.

Qual o critério afinal para cair nas graças dos internautas? Hoje em dia é tão corriqueiro fazer um vídeo e postá-lo no Youtube. Se olharmos a grosso modo, o vizinho da briga pelo chip, nada mais fez que filmar uma desavença de casal (se é que eram um casal, já que os blogueiros foram lá e não perguntaram) e jogar na internet.

Eu respondo: tem que ser bobo, mostrar o cotidiano como pastelão, assim como já se fazia na TV aberta, mas seguindo o critério de quanto mais amador melhor (uma câmera na mão e nenhuma idéia na cabeça).

E depois, dizem que eu é que reclamo de mais. O mundo é que não é são. Ao menos nesse caso, nunca escondi que assisto novela das 21h, me envolvo com BBB, adoro fofoca de celebridades… Do mesmo jeito que me acabo de rir quando me deparo com esse tipo de liberdade de expressão.  Tem muita gente que só é Cult da boca pra fora.

Obs.: Quem ainda não viu as sequências do Pedro, clique nos links. Principalmente o Funk é divertido.

7 Comentários

Arquivado em Besteirol

7 Respostas para “Pedro e o chip

  1. Visionário Cego

    Gostei da sua abordagem. Bem interessante.
    Se me permitir, faço um acréscimo ao seu post. Alem dos vazios existem as cópias nuas e cruas. Tudo bem que nem todo mundo tem tempo livre para começar um post do zero, mas pelo menos acredito que a finalidade de um blog é expor a sua opinião. A maioria não faz isso, outros como vc, aproveitam essa maravilhosa ferramenta e coloca a sua opinião. Parabéns!

    Uma informação, o Pedro é da minha cidade (Vitória ES) e a louca que vc viu gritando, é a ex dele. Naquele momento ela estava totalmente embriagada e tem um belo histórico de agressão.

    Saudações

  2. Fê,
    Acho engraçado qdo o povo reclama dos programas da TV, vc tem duas opções: muda de canal ou desliga a tv e vá ler um livro, dormir, sei lá.
    Big Beijos

  3. Daniel Blanco

    Sua visão foi correta. Eu penso a mesma coisa.
    Bjos.

  4. Ainda não tinha visto o funk do chip, rachei de rir!

    E a questão não é piada repetida. A verdade é que as pessoas adoram fazer novela sobre a desgraça alheia.

    Um cara que enfia a cabeça dentro da boca do leão é notícia. Agora quando o leão fecha a boca e arranca a cabeça do cara, aí vira novela, e é disso que o ser humano gosta.

    E se vc gosta de novela e desgraça juntos, procure no Google por “Leona a assassina vingativa”.

  5. Ma

    É isso ai, Fê…
    REclama-se mas nada faz-se para mudar!

  6. Deborah

    Oi, Fê.
    Em primeiro lugar, parabéns pelo espaço. Adorei!
    Sempre achei que nada além do perfeito serviria para destacar suas habilidades jornalísticas.

    Ah, falando do post, que tal criarmos uma comunidade no Orkut e gritar pra todo mundo ouvir: EU ODEIO OS PSEUDO-CULTS?

    Adoro novela, BBB, A Fazenda, sites de fofoca e afins e isso não me torna mais ou menos nada. Continuo sendo a boa e velha Deborah, jornalista de sempre.

    Bjks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s