O próximo sangue a jorrar pode ser o seu

lutoSabem o drama da mulher que morreu baleada na favela Kelson’s, na Penha, deixando ferida a filha de 11 meses que estava em seu colo? Pois é, aconteceu bem perto de mim. A mãe de Ana Cristina Costa mora na rua da creche em que minha irmã mais velha trabalha. E não raro, elas eram vistas passando aqui no meu portão com as três crianças, hoje órfãs.

Antes mesmo de conhecermos a notícia da tragédia, soubemos de uma ambulância da SAMU que havia prestado socorro à D. Maria que sofre de problemas do coração. A coitada devia de ter recebido a notícia naquela hora.

Pois é, a violência está cada dia mais perto. Não importa quanto mais alto a gente coloque os muros ou quanto mais grades se consiga instalar, esse tipo de fatalidade é uma constante.

Não sei vocês, mas o termo selva de pedra para mim tem feito muito sentido, na hora de descrever nossa realidade. Não me espantaria nenhum pouco, se nas nossas divisas, encontrasse uma placa: “temporada de caça aos humanos”, porque quando abro o portão da minha casa, já me sinto uma presa fácil. Posso ser abatida pelo rifle da nossa despreparada PM ou pela mira da bandidagem que anda cada vez mais senhora de si, tamanha a impunidade.

Animais enlouquecidos suam a camisa pela sobrevivência. Vence o mais forte. Vence a maior sorte. Até às duas da tarde de hoje, tive a oportunidade de continuar com saúde e refletir sobre o medo que me assola dia e noite. Daqui para o fim do dia, Deus permita que as balas se percam noutra direção.

Vira essa boca pra lá?! Viro.

E fecho os olhos também, para fazer de conta que tudo vai bem, porque meu clã tem sobrevivido com a graça de Deus. Mas até quando vamos viver como seres irracionais, aceitando tanto descaso das nossas autoridades e tendo um cérebro que pulsa dentro das nossas cabeças?

Até quando?!

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Uma resposta para “O próximo sangue a jorrar pode ser o seu

  1. Pois é… Enquanto a gente se preocupar com bunda e cerveja, vai continuar assim.

    Bjos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s