Sistema Único de (não) Saúde

Ontem minha mãe estava com uma aguda crise de estômago. Desde a noite anterior não comia nada, nem bebia água. Aí, antes de mais nada vocês me perguntam:

Caramba, você deixou tua mãe passando mal 24 horas até socorrê-la?

Pois é. Ela não é mais uma menina. Estava escondendo a situação e se auto medicando. Quando a coisa ficou evidentemente grave, coloquei ela (contra a vontade) no carro e… Começa a via crúcis:

Primeira parada o Pan de Irajá.

Entramos pela lateral, onde deveria estar a emergência. Só encontramos dois funcionários fumando na escadaria

– Emergência, senhora? Não tem mais. Só no UPA 24h, perto do Metrô de Irajá.

Segunda parada UPA 24h.

Eu disse VINTE-E-QUATRO HORAS? UPA seria o que mesmo? Unidade de PRONTO atendimento?

Pois é… Nem uma coisa, nem outra.

– A senhora vai aonde?
– Socorrer minha mãe, não te parece?
– Ela é diabética ou hiper tensa?
– É hiper tensa.
– É que lá dentro temos 15 pessoas no aguardo. Já passou da hora da médica que está atendendo. SE o médico da noite vier, ainda tem essa fila aqui fora de 5 pacientes. Aconselharia procurar outra unidade…

Ou seja, se for diabética ou hiper tensa, problema é o nosso. Porque a médica tem hora e outro plantonista é incógnita.

Ainda bem que os dois hospitais ficam bem perto do cemitério, né?! Se depender do nosso excelente Sistema Único de Bandalha, digo, de Saúde, é melhor escolher uma cova por lá e esperar sua hora em lugar estratégico.

Felizmente, eu que já pago pela saúde com meus impostos,  posso pagar de novo por uma consulta particular para socorrer minha mãe. Esse foi o final da história: R$130,00 em uma clínica por consulta, exame e medicação. Glória a Deus!

Enquanto tem político enfiando dinheiro na meia, o povo morre na fila, aliás, aos outros 20 que deixei na espera, espero de coração que tenham tido  sorte!

E depois a gente ainda não pode usar o blog para desabafar (minha solidariedade a amiga blogueira Claudia Mello que publicou em 2007 o ‘excelente atendimento médico’ que recebeu e foi condenada a pagar R$2.940,00 ao sujeito que nem a examinou.). A Justiça nesse país, assim como a saúde (e todo resto) funciona de maneira duvidosa.

6 Comentários

Arquivado em Hospitais Públicos

6 Respostas para “Sistema Único de (não) Saúde

  1. É muita injustiça junta, meu Deus. Chamam os blogueiros de fomardores de opinião e batem palminhas pros blogs. Mas, pelo visto, só pros blogs dos programas de televisão e pseudo-celebridade sem conteúdo. Ah! Isso sem esquecer de mencionanar as twitt-celebridades instantâneas, “formadores de spam”.

    NOSSA solidariedade à Claudinha.

    #indignada

  2. Que possamos ter sempre um dinheirnho na meia para salvarmos nossos entes queridos.
    Bjks

  3. Que o sistema de saúde no Brasil é uma merda, todo mundo sabe. Idem ao transporte público, ao ensino e a segurança, pois o resto eles já privatizaram tudo. Mas o que me deixa muitas vezes falando sozinho, e sendo taxado de chato, é o fato do povo brasileiro dar a impressão de ter perdido o poder de INDIGNAÇÃO. Somos, a cada novo ano, taxados com algum tipo de taxa ou imposto, e a maioria já acha normal ter um plano paralelo de saúde, previdência, ensino particular e até segurança paga para imóveis ou seu próprio estabelecimento comercial.
    E assisto estarrecido uma corrida desemfreada para a compra de carros populares, com isenção de IPI, para ser pago em……….100 meses, ou 8 anos e 3 meses.
    Peraí…quem compra carro zero nesse prazo todo é porque NÃO TEM DINHEIRO para comprar um carro zero….e ao pagar 3 carros com esse financiamento absurdo, compromete boa parte de sua renda, deixando de ser um cliente ativo. Sem contar que um carro zero, mesmo popular, teria, obrigatoriamente, de ter um seguro decente, e outros custos inerentes. Será isso alguma compensação psicológica para tantas outras coisas que não estão funcionando direito, mas que parece ningúem se importa mais?
    Ou o único chato e reclamão aqui sou eu?
    Beijo moça

  4. Pingback: Internet e direitos do consumidor « Meme de Carbono

  5. Sei bem como é! É revoltante saber que pagamos impostos para encher cuecas e “comprar” panetones! Até parece…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s