Arquivo do mês: agosto 2010

De bico fechado

É isso ai…

O Blog anda com cada vez menos post.

Não. Eu não tenho me irritado de menos. Continuo Fê da Vida! Principalmente com a Coopetrans, agregada da BR, que disse que ia pagar a batida no meu carro (acidente da última sexta-feira) e não o fez até agora – coisa feia, hein -.

Pois é, já estou chorando mais um processo que há de se arrastar por longos dois anos na justiça, enquanto eu me ferro em uma lanternagem, que para a dita empresa, seria brincadeira de criança.

Mas, outro dia o Tio Pensando me passou um trote, dizendo que eu é quem estava sendo processada por um post malcriado, eu acreditei por cinco minutos e isso travou minha língua. Enquanto eu penso em metáforas e receitas de bolo para colocar onde sairiam meus protestos (o mundo ainda não está preparado para a liberdade de expressão na internet), muita coisa me enfeza, mas Nada tanto assim…

2 Comentários

Arquivado em Besteirol

Karatê Kid de volta à telona

Hoje me mandaram um trailler do Novo Karatê Kid. O filme demorou tanto a chegar ao Brasil que eu achei, realmente, que fosse ficção, no sentido de não existir de fato essa produção. Sabe essas coisas montadas no Youtube? Eu já vi algumas e muito bem feitas.

Quando eu era criança, existia essa coisa de filmes que demoravam de um ano e meio a três anos para chegarem ao país, mas agora as coisas acontecem de forma simultânea. Algumas novidades demoram dois meses, no máximo, para chegarem a América do Sul e, quando isso acontece, a gente já fica aflito, procurando os piratas para saber (em tom clandestino): “E aí, parceiro, já chegou?”

E ai que, está tudo muito bem no trailler, mas o sentimento que eu tenho é que o longa não deu certo. Queriam varrê-lo para baixo do tapete de tanto que demorou a chegar.

Divulgação: Sony Pictures

Primeiro que substituir o memorável Pat Morita, por Jack Chan, é forçar barra. Não é porque o cara foi um bom atleta, que tem competência cênica para fazer uma atuação brilhante, capaz de varrer o antigo (e marcado na memória da galera que freqüenta hoje Festa Ploc) professor. Segundo, porque o franzininho filho do Will Smith dificilmente vai ser o Daniel Son que abre as asas pra mostrar “a hora da verdade”. Só de lembrar me arrepia… O que não acontece vendo o novo gafanhoto.

Ademais, um mistério ronda essa história desde o Karatê Kid – A hora da verdade (o original batido na Sessão da Tarde). O filme não foi sucesso nos cinemas do país, mesmo tendo a história boa. Então, a Sony fez um acordo com a Globo, que permitiu, que o filme passasse naquele horário “Sessão da Tarde” de domingo, um ano depois de sair de cartaz. E isso foi a grande chamada para a continuação do longa que pegou. Assim como o 3. Vamos esperar até semana que vem para ver se o novo Karatê Kid também tem um ás na manga capaz de livrá-lo da derrota nas bilheterias.

Deixe um comentário

Arquivado em Entretenimento

Prêmio BlogBooks

Acho que todo mundo que freqüenta esse espaço já sabe que eu tenho uma porção FÊliz, que mora com mais quatro amigas loucas (e um tio que apimenta nossa relação. rs), em um “blog de praia”, chamado: Mulheres à La carte – Se você ainda não conhece, boa oportunidade para visitar -.

O que vocês têm com isso? Bom, recentemente viramos domínio e hoje, estamos pleiteando virar livro (Queremos dominar o mundo começando por sentar nossos traseiros sarados no sofá do Jô).

Isso mesmo!

Em dois anos de causos e mais causos relatados no “Mulheres”, dá para encher um livro. O que nos falta é grana para produzir isso.

Por isso, nos inscrevemos no 2º Prêmio BlogBooks que vai imprimir pela Ediouro os blogs mais votados. E, é por isso que estou aqui hoje: para pedir o seu voto! (#candidatofeelings)

O processo é super rapidinho. Você copia esse endereço na barra de endereços (porque não consegui colocar o banner aqui) e vota:

http://www.blogbooks.com.br/blogs/votando/YmxvZ2Jvb2tzXzU1Ng==

Desde já, obrigada a todos os amigos!

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Cadê o asfalto que estava ali?

As faixas fixadas nos postes informam: “Asfalto Liso. Homens Trabalhando”.

Da Praça do Carmo à Olaria, passando pelo terrível trânsito da Penha, a pista está fresada, esburacada… Se havia ali um asfalto ondulado, conseguiram piorar a situação. Nem a noite os tais homens devem realmente estar trabalhando, porque se tivesse, já deveriam ter conseguido recapear as avenidas.

 E a suspensão dos carros de nós, suburbanos, quem é que paga?

Os políticos conseguem fazer o inimaginável: piorar a vida de quem já vive no ruim! Haja criatividade para sobreviver! E para não dizerem que eu reclamo demais, aqui, eu mato a cobra, quer dizer, arrebento a suspensão e os amortecedores, e mostro a conta que, provavelmente, o prefeito não há de pagar:

1 comentário

Arquivado em Cotidiano, Política interna

Bilhete Único: Manobra de Campanha

Eu não agüento esses políticos desafiando a nossa inteligência (muito mais) em época de campanha. Durante o debate dos candidatos a governador na Band, o nosso querido Cabral estufou o peito pra dizer que o bilhete único criado (leia-se copiado, porque o Bilhete Único é muito eficiente, há muitos anos em São Paulo) por ele já havia sido usado em 1.200.000 viagens.

Ah, é? Tá. O sistema foi implantado (mal e porcamente) em fevereiro, ou seja, temos aí seis meses de viagem. 1.200.000, em seis meses, contando apenas os dias úteis, seriam 10 mil viagens. Se o cidadão vem de outro município, óbvio que vai retornar pra cidade de origem, com isso, seriam 5 mil pessoas por dia sendo beneficiadas.

Qualquer medida pública que melhore a vida de um cidadão que seja, é importante, mas não chega a ser motivo pra bater no peito. Ainda mais quando ele sabe que o sistema foi implantado cheio de falhas, que as empresas de transporte ainda não se definiram quanto a perfeita estruturação do bilhete e, a iniciativa privada ainda não atentaram para a mudança do “Vale transporte” dos funcionários pelo novo sistema. E afinal não era para ser economia para empregador e empregado?

A idéia foi boa, governador, mas é preciso bem mais que instalar. É preciso monitorar, fiscalizar, orientar… E isso… Ninguém viu até agora.

A assembleia legislativa poderia pedir a Fetranspor a abertura desses dados, por viagem e valores de subsídio recebido para conferir se uma parcela significativa de eleitores estão sendo beneficiados de fato. Porque falar em números brutos só para encantar quem não pára para fazer conta é muito fácil. O transporte urbano do Carioca é um lixo. E o Bilhete único não é realidade. Fiquem de Olho!

Deixe um comentário

Arquivado em Política interna

Educando Meninos

Mesa de jantar

– Filho, mamãe vai trabalhar em 2 empregos agora. De manhã em um, a em outro
– Vai chegar muito tarde, mãe? – diz ele sem esboçar lá grande sofrimento-.
– É… Vou. Saio do outro agora às 20h

Bebe um pouco do suco. Limpa educadamente a boca no braço.

– É tarde, né, mãe?
– É, filho. Em compensação vai melhorar nossas moedas no final do mês

Ele olha com cara de repreensão

– Mãe, você nem parece jornalista…
– O que isso tem com o assunto?
– Ué, sempre tem matéria por ai dizendo que os pais não devem compensar a ausência em casa com dinheiro.

Toma mais um gole.

Do lado de cá, faço cara de quem levou um soco no estômago (Por que não fui ser advogada como queria papai, penso logo), mas insisto na batalha:

– Ok. Então eu vou trabalhar e sem benfeitorias para você, já que prefere minha presença.
– Não disse isso. Eu topo a melhoria nas moedas. Mas junte dinheiro pro meu psicólogo mais tarde, pode ser que eu tenha seqüelas.

Depois disso, fim de papo. Eu tive que ir me acabar de rir em outro lado.
Estamos falando aqui de um infante de 10 anos. Não um adolescente / adulto.

Meu medo de ter outro filho é que ele não seja tão divertido quanto este. E tenho dito.

4 Comentários

Arquivado em Cotidiano

Olho na Urna

Para quem escrachou a seleção do Dunga, não perdeu por esperar as surpresas que nos reservava a escalação do Tribunal Superior Eleitoral. A tendência já verificada em 2006 de uma lista repleta de celebridades e jogadores de futebol foi ainda agravada para este pleito.

É eu digo agravada mesmo. Porque é grave a situação. Qual foi o legado de Clodovil Hernandes (morto em março após um AVC) na política? O que é que Frank Aguiar, cantor de forró, entende da máquina administrativa do país? Alguém explica?

O secretário-geral da Executiva Nacional do PTB e presidente da legenda em São Paulo, o deputado estadual Campos Machado declarou que a aposta na candidatura de pessoas de fora do mundo político tem por objetivo, restituir a credibilidade dos políticos e transformar o partido no mais forte e moderno de São Paulo.

E desde quando ter laranja no poder é moderno? Isso é mais velho que as Pirâmides do Egito. Colocam lá um cara com algum poder de retórica e faz dele marionete, assim que assumir a cadeira. Basta ter um histórico popular, seguidores fiéis e um bom pescoço pra sacudir sempre a cabeça dizendo “sim” para a mamata do governo.

Perder a Copa do Mundo é aceitável. Inaceitável são mais 4 anos dessa baixaria em Brasília. Urna não é pinico. O palácio do planalto não é showmicio. Vamos renovar, sim, mas vamos fazer isso com critério. É o mínimo que podemos fazer por nossos filhos.

E só para que fiquem tão de queixo caído como eu, dêem uma olhada em quem quer colocar a boca nas tetas do governo:

No Esporte:

Acelino Popó Freitas (PRB-BA)- O boxeador concorre a deputado estadual
Maguila (PTN-SP)- Ex-boxeador,quer ser deputado federal
Marcelinho Carioca (PSB-SP)- Ex-jogador, concorre a deputado federal
Romário (PSB-RJ)- Ex-jogador, busca uma vaga na Câmara Federal
Vampeta (PTB-SP) – Ex-jogador, concorre a deputado federal
Fabiano (PMDB-RS) – Ex-atacante do Inter, é candidato a deputado estadual
Danrlei (PTB-RS) – Ex-goleiro do Grêmio, concorre a deputado federal

Na Música:

Gaúcho da Fronteira (PTB-RS) – Músico concorre a deputado estadual
Kiko (DEM-SP) – Membro do grupo KLB, concorre a deputado federal
Leandro (DEM-SP) – Integrante do KLB, concorre a deputado estadual

Faltou o Bruno… aí poderiam até lançar um novo partido chamado KLB.  Ia ser perfeito para enganar os eleitores da faixa dos 16 anos.

Netinho (PCdoB-SP) – Cantor do grupo Negritude, concorre a senador   (Aquele que bateu na mulher, lembram?)
Reginaldo Rossi (PDT-PE) – Cantor, concorre a deputado estadual
Renner (PP-GO) – Integrante da dupla Rick&Renner, concorre ao Senado
Sérgio Reis (PR-MG) – Cantor e ator, concorre a deputado federal
Tati Quebra-Barraco (PTC-RJ) – Funkeira, concorre a deputada federal

Na Televisão:

Ronaldo Esper (PTC-SP) – O estilista quer ser deputado federal
Pedro Manso (PRB-RJ) – Humorista, disputa na vaga na Assembleia Legislativa
Dedé Santana (PSC-PR) – Humorista, quer ser deputado estadual
Tiririca (PR-SP) – Humorista, disputa uma vaga na Câmara Federal
Batoré (PP-SP) – Humorista, quer uma vaga na Câmara Federal

No Pomar:

Mulher Melão (PHS-RJ) – Cristina Célia Antunes Batista concorre a deputada federal
Mulher Pera (PTN-SP) – Suellen Aline Mendes Silva quer ser deputada federal

Deixe um comentário

Arquivado em Política interna