Terror Eleitoral

Faltando uma semana para o pleito, nos deparamos com a verdade irrefutável: Serra ou Dilma? Essas são nossas opções viáveis de governo nos próximos quatro anos. Em quem votar?

Existe uma história dos tempos de concentração nazista em Auschwitz, que diz que uma mãe judia, foi forçada por um soldado alemão a escolher entre o filho e a filha – qual seria executado e qual será poupado -. Se ela se recusasse a escolher, os dois seriam mortos. Ela escolhe o menino, que é mais forte e tem mais chances de sobreviver, porém nunca mais tem notícias dele. É. A questão é terrível! E leva o nome de “Escolha de Sophia”. Título que hoje em dia é sinônimo de decisão quase impossível de ser tomada: Serra ou Dilma?! Volto a te perguntar, querido leitor.

Confesso ficar angustiada quando penso nisso.

O PT tem mais sede pelo poder absoluto, mais disposição para adotar quaisquer meios  para tal meta. Mesmo os mais abjetos. O projeto de poder da Estrela Vermelha é aquele seguido por Chávez na Venezuela, Evo Morales
na Bolívia, Rafael Correa no Equador, enfim…

Cito o economista Rodrigo Constantino.  “Se o avanço rumo ao socialismo não foi maior no Brasil, isso se deve aos freios institucionais, mais sólidos aqui, e não ao desejo do próprio governo” (2009).

Dona Dilma Roussef, ainda se faz valer dos porões da ditadura para ter uma amnésia de seu passado vergonhoso, mas deixa que provas documentais se lembram por ela: a candidata traz o agravante de ter sido uma terrorista na juventude. Prefere ter amnésia a se arrepender de seu passado vergonhoso no grupo Colina que planejou diversos assaltos. E isso nunca foi protesto que se apresente, nem mesmo nos anos de chumbo. Isso é simplesmente assalto… Há de se ter orgulho disso?

Na linha de Gandhi, Lula anunciou: “não vim para administrar, vim para cuidar; empresa eu administro, um povo vivo e sofrido eu cuido”. Distribiu “Fome Zero”, depois a “Bolsa Família”, o “Crédito consignado”, o “Luz para todos”, a “Minha Casa, minha Vida… Todas iniciativas assistencialistas que apenas deram a falsa impressão a sociedade de que estamos menos lascados. O que necessitamos é de escola, saúde, segurança, emprego… Possibilidades reais, de cidadãos que pagam os impostos mais caros do mundo, meu senhor!

E não que esteja dizendo que o PSDB vá fazer isso (eles já estiveram no poder outras vezes e o Brasil sempre foi o mesmo de clamor utópico). Mas, chegamos ao ponto da eleição significar apenas uma ruptura com o PT.

Anular o voto, desta vez, pode significar o triunfo definitivo do mal. Meu voto desta vez é contra o Lula, contra o Chávez, que já declarou abertamente apoio a Dilma. Meu voto não é a favor de Serra. Aliás, no dia seguinte da eleição, já serei uma crítica incansável ao governo Serra, porque ele também não é santo. Mas antes um não santo não comunista.

2 Comentários

Arquivado em Política interna

2 Respostas para “Terror Eleitoral

  1. Concordo e também sou mais um que não irá votar em nenhum destes dois partidos, nem petistas e muito menos tucanos para presidência da república.

    Acredito que a melhor opção, faltando poucos dias para o pleito eleitoral, seria a Marina no segundo turno.

    Afinal, milagres acontecem. Só resta saber se irá ocorrer nestas eleições!

  2. O que mais me apavora, nem é o fato de que seremos governados mais quatro anos pelo PT (isso me apavora também). O que me apavora é que seremos governados por uma fantoche. Dilma está lá apenas para manter o PT no Governo. Depois disso, ele, Lula, volta.

    E quem irá nos salvar. Olho para os outros candidatos e tenho vontade de rir. Rir pra não chorar.

    Abraços,
    Gaúcho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s