Arquivo do mês: março 2011

Razões para crer

E eu, que geralmente acordo Fê da Vida com o mundo, me questionando porque gente boa  como eu não se estabelece no mercado, não arruma um amor pra chamar de seu, não é dona do próprio nariz… De repente, vejo rompido o constante ciclo claustrofóbico de dor e conformação do meu eu com a propaganda a seguir:

 

 

Estatística, conceito, canção… Pefeito! Gente desconhecida, mal intencionada em vender mais Coca Cola, me tocam e dizem:

Existe Razões para Crer.

Comprovação de que tudo tem dois lados. Motivo para achar fé em não sei onde, para crer. E esperar.

Alô, meu Deus. Estou esperando!!!

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Terremotos

Com as atenções todas voltadas ao Japão, peço licença poética ao meu egoísmo e digo com propriedade: pior é o quanto sacode a minha vida.

Ainda ontem eu tinha dois empregos, um namorado por quem estava apaixonada, as contas da casa controlada, as dívidas anteriores sendo pagas (odeio ligações de negociação o tempo todo), projetos, realizações…

Do nada, levo um pé na bunda, volto a receber cartas do SPC pelas negociações não saldadas, perco um emprego, minha principal fonte de renda… Passo carnaval na esperança de entrevistas agendadas e sou reprovada em todas.

Peraí, gente! Que mal eu fiz pra merecer isso?!

E não me venha com papinho de que você está com saúde… Não é saudável passar pelo que estou passando. Tem dias que a pressão sobe, outros que a pressão desce. Tem dias que eu choro tanto que sufoca. E falta de ar, meus amigos, é asma… Ou angina.

Trocaria de lugar com minha irmã que está lá na terra dos tremores. Bem me faria se a terra me tragasse.

Sou Fernanda Freitas cansada de guerra. E tenho dito!

2 Comentários

Arquivado em Cotidiano