Social Media não é brincar de Twitter

Semana passada comecei uma nova empreitada da minha vida: entrei para o hall dos assessores de imprensa. Sei que já tinha passado pela Asfoc-Fiocruz, mas certas instituições se vendem por si só, não demanda tanta ciência ou esforço. O caso agora é outro. Precisa de transpiração, elaboração e conhecimento.

E nessa necessidade de cientificidade para projetar clientes, reparei como ainda preciso aprender a trabalhar os desafios da contemporaneidade. Muito além dos releases, press kits e follow ups de outrora, os clientes agora precisam se ver pela web. Claro, é o grande filão do momento. Muita gente já saiu das redes sociais para a TV Globo, taí a Tessália (grande geradora de polêmica) que não me deixa mentir. E, nessa visibilidade, temos a falsa impressão de que qualquer um pode ser projetado com muita facilidade da internet para o mundo. Calma, companheiro! Não é bem assim.

Nossa liberdade é limitada em certa medida. Precisamos conhecer cada uma das redes, quem se comunica com elas e por elas, que tipo de formatação o dado veículo oferece. Por outro lado, temos que conhecer o segmento do cliente, o seu público alvo, saber onde eles estão (quem se comunica por elas e entre elas, estão lembrados?). O nome disso é diagnóstico.

E não façam essa cara! É bem como um consultório médico mesmo. Você me diz qual teu mal. Avaliamos. Examinamos e prescrevemos o antídoto.

A fórmula não tem nada de mágica ou milagrosa. Não adianta sair abrindo contas em Facebook, Orkut, Twitter, Blogs e deixar pra lá, achando que as pessoas vão te descobrir… Não vão! Também não adianta baixar uma lista infinita de blogs e sites pelo Comunique-se, sem saber se os clientes do teu contrante estão lá. O processo é engenhoso, demanda tempo, astúcia, pesquisa e estudos constantes. Aliás, estudar muito mais é o que estou fazendo nesse momento. E você, está pronto para investir tempo na sua constante atualização? Pense nisso antes de sair por ai de boca cheia dizendo que é um Social Media ou um Assessor de Imprensa capaz de se comunicar nesse nicho. A coisa é bem mais complexa que soltar postizinhos aleatórios.

#Ficadica

3 Comentários

Arquivado em Uncategorized

3 Respostas para “Social Media não é brincar de Twitter

  1. Aprendendo sempre ,quando achamos que sabemos demais é sinal que está na hora de reaprender mais.
    Bjs Fefê

  2. E precisa comentar alguma coisa? Vc tudo!!
    Ótimo post, amiga… Só pra variar!

    Bjunda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s