Bombeiros: Força para atearem fogo!

Qual não foi minha emoção, ao chegar em casa sexta-feira (3/06) depois de um exaustivo dia de trabalho, ligar a TV e receber a notícia que 2 mil Bombeiros se amotinaram contra o Estado! Não poderia ser mais razoável: habituados a lidarem com fogo, profissionais da corporação resolveram causar um incêndio nessa sociedade que está acostumada a levar ferro e partir para um novo carnaval.

Mulheres e até crianças se uniram a oficiais numa passeata que começou em frente à Alerj e que passou pelas principais avenidas do Centro, até chegar ao quartel. A idéia inicial era chamar atenção do governador Sérgio Cabral para um acordo salarial, no entanto, o gabinete mandou o Bope, rosnando como cães ferozes.

Classezinha desunida! Neste caso, missão dada, deveria ser missão PENSADA. Polícia Militar e Bombeiros são militares da mesma instância. Não pertencem a Forças Armadas, sofrem com salários miseráveis e perigo constante. Em um momento como esses, deveriam ir com seus escudos, sim, afinal de contas não precisamos de anarquistas, mas ao chegarem, deveriam se posicionar em frente ao quartel e… Cruzarem os braços!

O Hospital Central da Polícia Militar há muito pede socorro. Quando acompanhava meu pai, ouvi de várias viúvas contando que seus maridos morreram aguardando a ligação para que viabilizassem uma cirurgia. Eu também vi meu pai morrer enquanto eles batiam cabeça e por pura incompetência, não o encaminhavam a um Instituto competente para sua mazela. E só neste fato, vejo motivo suficiente para abraçarem essa causa começada por nossos heróis.

Entretanto, se entrassem nessa guerra, poriam em risco o direito aos “bicos”, não é senhores PMs? O Governador pode deixar de fazer vista grossa para uma série de desmandos. Farinha pouca, como sempre, meu pirão primeiro. O que os seus escudos não lhe deixam ver, é que se a corporação melhorar para todos, não será mais preciso duplas jornadas. Será digno para todo mundo. Será honesto com a nossa sociedade como um todo. Infelizmente, palavras há muito cortadas dos seus dicionários.

E eu que vivo perguntando aqui “até quando”, pela primeira vez, choro de emoção, a perceber um fio de esperança. Estamos aprendendo o que é Democracia; Uma vez ao menos alguém se organizou para gritar.

O povo agora onde está? Vamos deixar que 439 bombeiros sejam expulsos? Mostrar ao povo que R$950,00 é vergonhoso para quem prontamente arrisca sua vida em prol dos outros não é um crime! Crime é receberem esse salário. Hoje, os 10 ônibus que faziam a transferência desses nobres presos foram ovacionados na orla de Niterói, porém, nossas mãos devem a eles bem mais que aplausos. É hora de fomentar essa faísca de insatisfação.

O Brasil precisa desses bombeiros, muito mais do que de Copa do Mundo.

1 comentário

Arquivado em Política interna

Uma resposta para “Bombeiros: Força para atearem fogo!

  1. O texto me emocionou. Não podemos assistir o fim da Democracia. “O Brasil precisa desses bombeiros, muito mais do que de Copa do Mundo.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s