Marcha por um Brasil para o povo

Já que a onda agora é marchar pela maconha, pelos direitos dos homossexuais, pelos direitos da família, pela liberdade religiosa… Está em tempo de entendermos que todos somos brasileiros e nos reunirmos maconheiros, gays, heteros, religiosos,  minorias e maiorias em marcha por um país melhor para todos.

Tudo bem que todos estávamos mobilizados com a morte da Norma, mas enquanto o Gilberto Braga cumpria bem o seu papel de desviar o foco da realidade (a proposta é mais antiga que a novela, esse é só um exemplo de como uma purpurina qualquer pode mobilizar mais do que assuntos que realmente fazem a diferença), abriram em Brasília a discussão de dividir o estado do Pará em três: Pará, Carajás e Tapajós. E não para por aí: Existem outros projetos de esquartejamento do território nacional que, se aprovados, nos farão saltar de 26 para 45 estados, além do Distrito Federal.

Ai você me pergunta: E daí, encrenqueira?

Se estados menores garantissem bem-estar, segurança e prosperidade, o Rio, o Piauí e o Sergipe seriam Paraísos na Terra. Você tem comido manjar dos deuses por aqui? Eu não. Muito ao contrário. Isso quer dizer que o Brasil não precisa de mais despesas com mais deputados, mais senadores, mais prefeitos, mais governadores ou mais representações que sugam o salário de quem trabalha.

Ao invés de mais políticos com planos pessoais, porque quando as excelentíssimas bundas ocupam cadeiras em Brasília é o só o que conta, o país precisa de mais faxina como a que está acontecendo na Itália, onde foi instituído um pacote de redução de gastos, que promete cortar 45 bilhões de euros, mediante a extinção de 1.500 municípios italianos. Vão desaparecer 1.500 prefeitos e quase 20 mil vereadores que, no final, são boquinhas desnecessárias mamando o congresso nacional.

O que acham de fazermos valer o mote do “orgulho de ser brasileiro” não por conta do futebol, mas por termos marchado pelo fim da corrupção, proteção do nosso salário, em defesa de um Brasil de direito para os brasileiros? Desperta, galera!

1 comentário

Arquivado em Política interna

Uma resposta para “Marcha por um Brasil para o povo

  1. Sério, se for numa terça depois do trabalho, eu vou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s