Itaú: Dor de Cabeça pra você

Descobri recentemente que minha mãe também estava enrolada até o pescoço por conta de um Itaucard (todo mundo sabe que todo mês travo uma luta com a tal instituição); Sim, ela é dessas que esconde as coisas até o fim com medo de brigarmos com ela. E, no final, brigo mesmo, porque ela consegue transformar qualquer marolinha em Tsunami financeira, principalmente por incapacidade de lidar com o banco. Meu pai sempre foi o provedor da família e essa coisa de ser pensionista, administrar as contas, tem sido um grande desafio para ela. Sobretudo, porque com o Itaú deve-se ter os dois olhos bem abertos no gato e também no peixe.

O caso é que ela conseguiu que a fatura do tal cartão chegasse a R$2.000,00 (e uns quebrados). Nesse hábito de lesarem constantemente o consumidor, o Itaú começou a descontar na conta corrente dela o pagamento mínimo. Claro, que não havia como fazerem o pagamento integral.

A minha dúvida é: Minha mãe diz que não autorizou o débito em conta, a instituição pode fazer isso automaticamente? O departamento de cobrança não deveria ao menos fazer um contato para tentar negociar a dívida antes de resolver sozinho roubar um consumidor idoso? Não seria isso uso de má fé descarada?!

Vale ressaltar que, mesmo conhecendo essa dívida, o Itaú liberou para ela um cartão múltiplo (desses que serve para crédito e débito), ou seja, mesmo ela tendo já contraído uma dívida que, segundo eles ela não podia pagar, já que escolheram por ela o débito do valor mínimo da fatura, lhe deram ainda mais crédito.

Inocentemente o que fez minha mãe? Encostou o primeiro cartão. Não mais o usou e, já que eles continuavam a descontar o mínimo em conta, quando vinha o demonstrativo, ela simplesmente o ignorava. A dívida, claro, só cresceu.

Ela então entrou em contato duas vezes pela central telefônica e lhe disseram que não podia ser feita uma negociação. Ou ela pagava tudo, a vista, com a fatura pelos Correios ou continuaria sendo descontado o valor mínimo por débito automático:

“Esse é um procedimento normal do banco, senhora. Se o cliente não paga a conta e é correntista, automaticamente o débito do mínimo é feito em conta”.

Entendeu direito quem interpretou que não só as lojas de crédito consignado abusam e enrolam os idosos… Cuidado também com os grandes bancos!

Quando ela me contou toda história, pedi que ela tirasse um histórico dos extratos desde o ano passado, quando começou essa novela. Somei tudo e, os descontos “do mínimo” não só teria quitado toda a dívida, como ainda sobraria uns trocados… Ao invés disso, mesmo sem ela gastar absolutamente nada do cartão, a dívida não diminuía, bem ao contrário.

Fiz a reclamação por e-mail para o banco. Nada adiantou. Entrei com o número do protocolo no Banco Central. Resultado?

Fizeram com ela o acordo de pagar 12X de R$100,00. Isso quer dizer que:

1-      O Itaú escolheu por ela a forma de pagamento da dívida

2-    Não entraram em contato nenhuma vez para informar que o MÍNIMO não quita a dívida, na verdade, incide juros muito mais pesados (ela não fez Matemática Financeira não é obrigada a saber)

3-      Quando ela fez o contato para parcelar a dívida, por DUAS VEZES negaram o acordo. Orientando que ela pagasse a fatura toda de uma vez ou nada poderia ser feito por ela.

4-      Apesar disso tudo, DE TODOS OS ERROS, ainda fazem com que ela pague mais R$1.200,00

Minha mãe aceitou, claro. Só o que ela queria era se livrar da bola de neve, mas Itaú, na boa? Nem agiota é tão cara de pau.Ou vocês não percebem que o cliente está pagando o erro de vocês?! Está sendo onerado pelo mal atendimento de vocês, das informações desencontradas de vocês (que TODOS OS MESES eu sou vítima e deve ter esse histórico bem detalhadinho aí na Central de Relacionamento do Twitter). E ainda consideram essa conta cretina como acordo.

Eu nunca tive tanta dor de cabeça com uma mesma instituição em um espaço de tempo tão curto. Tal filha. Tal mãe.

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Uma resposta para “Itaú: Dor de Cabeça pra você

  1. Eu ainda não entendi por q raios vcs ainda não processaram esse banco. Vc fica mesmo lavando roupa suja livremente na net, até tomar um processo deles. Hj em dia, todo cuidado é pouco. Vai no Juizado Especial Cível, ou na Defesa do Consumidor e conta a novela ao invés de arrumar sarna.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s