É de Maracujá

Uma da manhã. Filhote com o computador ainda ligado, no auge de um jogo qualquer. Eu começo a reclamar:

– Gustavo, está na hora de terminar com esse cassino!
– Preciso de um suco de maracujá, daqueles fortes… Tô sem sono!
– Maracujá? É essa tela de computador que dá insônia. Você fica o dia todo em cima disso… Vai jogar bola no campo, bater um pique com teus colegas, furar uns dedos no cerol que num instante você vai achar o sono.

Silêncio. Ele nada responde. Quando chego à porta do quarto, ouço o resmungo:

– Prefiro Maracujá!

Silêncio. Eu nada Respondo. Meu íntimo grita: “Onde foi que eu errei?!”

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Uma resposta para “É de Maracujá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s