Grito de Carnaval

Os brasileiros já estão se jogando com tudo no carnaval. Eu, ao contrário, como tenho um adolescente onde simplesmente nasceu sem o gen da animação, comecei meu feriado indo ali, ao shopping. Mais morno impossível, porém, como o objetivo era tirar o Gustavo da toca e, de certa forma, começar a comemorar o seu aniversário, batemos perninha pelos corredores vazios – esse foi o lado bom -, compramos roupas – porque como de costume, quando se aproxima o aniversário dele todo o armário encolhe como por encanto- , vimos a exposição de dinossauros, com direito a muitas fotos que ele também detesta e claro, lanchinho ao final da aventura.

20130208_203922

E é sempre neste momento a pausa para reflexão:

– Está feliz, filho?!
– Estou agradecido, feliz eu vou ficar quando ganhar meu jogo.

Ah, ta! A insatisfação da adolescência. A sinceridade incorrigível dos “Freitas”

Se bem que… Eu também preferia ganhar brinquedos. Todo resto é sobrevivência. Parte do pacote.  =)

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Uma resposta para “Grito de Carnaval

  1. Cleto Guedes

    Eu já tive um carnaval sensacional. Um casamento no sâbado, onde fui padrinho, executou sumariamente qualquer ideía de viagem. Nem beber à vontade pude, pois olha o patrulha do bebum tiracarteiramultaemdoismil…..O jeito foi agarrar-se com Morpheu (eu prefiro Baco) e ficar em casa fazendo nãoseioque, e ficar com a esposa olhando o desfile de carnaval do Rio até ela dormir antes da última escola entrar no sambódromo…uma folia só…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s