Assim não se faz saúde

Apenas duas vezes na vida passei sufoco com a saúde do meu filho. Uma dessas foi nesta virada de sábado para domingo. O garoto, com febre de QUARENTA GRAUS, não abaixava nem com decreto da presidente Dilma. E toma antitérmico, e toma banho frio, e faz compressa nas juntas, e faz oração… Nada fazia ceder. O jeito foi apelar para o bom, velho e pouco usado plano de saúde.

Lá fomos nós para o Hospital Balbino, mais próximo aqui de casa, afinal de contas ele estava com espasmos por conta da febre alta de mais. Chegando lá, tivemos a notícia que não se atendia mais emergência pediátrica.

– Mas, olha só, ele não é mais tão criança. Será que um clínico não poderia avaliar, apenas para estabilizar ele para procurarmos outra emergência?

troll3

A recepcionista sem nem olhar na minha cara, jogou no balcão um papel com uma listinha de onde atendiam pediatria e entre os dentes mandou um “não, senhora”.

Agora, atenção aqui você que não tem plano de saúde, bate na porta do SUS, ouve um não e se joga no chão e chama a imprensa porque é um absurdo. Realmente é um absurdo! Mas não se faça de vítima, não. Porque gente como eu PAGA CARO plano de saúde, além de pagar os impostos e tem a saúde negligenciada duas vezes.

Conclusão: Tarde da noite, eu sozinha com um menino de 13 anos, passando mal, e um papelzinho de lugares que indicavam Ilha do Governador, com aquela crackolandia na saída, Tijuca, com a Avenida Brasil inteira a cortar e sem conhecer bem o lugar… Voltei para a casa sem atendimento médico, pedindo a Deus que a febre abaixasse um pouco até o dia clarear e ser menos perigosa a aventura.

Indignada, mando um email para o atendimento Assim. Detalhei o ocorrido e mencionei uma cartinha de Feliz Ano Novo que recebi. Era muito fofa, mas não tinha qualquer aplicabilidade.

“Prezada Sra Fernanda, solicitamos por favor, o reenvio do seu e-mail com nº do contrato e nome completo do titular do plano.”

troll

Não interessa o nome completo do titular, não importa a matrícula. Importa é a reclamação de um usuário que paga esta merda em dia e NUNCA CONSEGUE ATENDIMENTO. O que você teria a dizer para qualquer um dos seus 400 000 clientes que não estão satisfeitos com o que passaram? É isso que eu quero saber…

De toda forma, informei os dados que eles queriam só para ver o nível da cara de pau.

troll2

“Prezada Sra Fernanda, recebemos seu e-mail e ratificamos nosso interesse permanente em ouvir nossos associados.  Esclarecemos que o Hospital  Balbino encerrou as atividades na urgência pediátrica para todas as Operadoras de saúde.  Desta forma, informamos abaixo locais para atendimento de urgência em pediatria:”

E seguiu aquela mesma listinha que recebi no Hospital Balbino.

 O Engenho de Dentro fica a 19km da minha casa. Botafogo a 24,9Km. A Tijuca a 17Km. E caso não saibam, não dirijo uma ambulância, tenho um carro de passeio 1.0 e sorte a minha! Imagine quem anda de ônibus e precisa socorrer o filho no meio da madrugada?

Entendi que o Hospital Balbino não atende mais pediatria em geral, não precisava que o atendimento me explicasse isso, então, a providência a ser tomada é encontrar na região hospital que queira se credenciar e não deslocar o paciente pra puta-que-pariu-vinte-e-quatro-quilômetros-depois-se-vira-cretina. Se for pra ficar correndo atrás de lugar onde tenha pediatra e batendo com o nariz na porta, deixo de pagar essa porra e fico no SUS. Qualquer emergência gasto só com a gasolina para ir ao Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, porque lá tem pediatria funcionando (por enquanto). 

Qualquer um que paga plano de saúde o faz para ter tranquilidade. Cadê o diferencial? Não há.

Dizem que eu reclamo de mais. Eu vou reclamar sempre. Quero apenas o que é meu por direito, quero que me entreguem aquilo que meu dinheiro está comprando e aqui no Brasil, somos roubados de múltiplas formas. Eu NUNCA vou ser conivente com isso. Vou continuar reclamando, lutando, e sofrendo porque sei que não vou ver nada mudar.  A Assim que não é fiscalizada (como nada no país é)  não está nem ai para o que penso ou para as minhas necessidades. Mas não vou me calar. No mínimo, desabafo.

1 comentário

Arquivado em Descaso

Uma resposta para “Assim não se faz saúde

  1. malbergarias

    É por tanta gente ficar calada, que eles são assim. Contente-se comigo: vc não está só. Reclamo tb!
    E muito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s