Santander: Vamos continuar longe juntos

Enfim, apesar de não ter havido qualquer negociação com a cobrança Fator, escolhida pelo Santander para cuidar do meu caso, e esteja pagando prestações muito acima do que gastei pelo banco, retiraram meu nome do serviço de proteção, já na primeira parcela, conforme determina a lei.

Porém , a saga “vermelha” da minha vida não findou. Havia ainda alguns cheques pendentes no sistema do banco, que preciso resgatar, e assim, finalmente, voltar a ter crédito na praça.

Em outubro/2012 estive na minha antiga agência para fazer o requerimento das microfilmagens. Sequer fui atendida! A gerente estava em um horário de almoço sem fim. A fila esta incalculável. Tudo bem. Pode acontecer. Fui embora sem atendimento, até porque eu também tenho horário de almoço, e meu chefe, não é lá tão flexível.

Voltei, então, uma segunda vez, pouco antes do almoço. A gerente estava atendendo um casal. A moça também estava negociando uma dívida, mas ia pagar a vista, e aconteceu algum problema com o Bankfone. Enquanto aguardava, via todo o empenho da gerente, falando com o pessoal ao telefone, mencionando a todo momento que o pai da tal moça era um ótimo cliente, que estava tentando resolver a dívida da filha… Quando finalmente o tal boleto chegou em seu email, veio com as taxas erradas e, a coisa se prolongou.

A gerente, então, resolveu me chamar no Box, sem dispensar o casal, que ainda tentava acertar a dívida por telefone. Fiquei de pé entre eles, aborrecida não pelo empenho dela, em ajuda-los, mas pelo pouco caso de me atender de qualquer jeito.

– Olha, me desculpa, mas prefiro que você termine o seu atendimento pra falar comigo. Me sinto constrangida e acho que quem está aqui também

A gerente, então, me encaminhou ao box ao lado.  Não sei por que, pois a todo o momento eu era interrompida por ela, que dava dicas em voz alta ao casal do que dizer a equipe do bankfone. Visivelmente ela não estava me dando a mínima atenção (e eu sequer reclamei de demora. Por mim, ela poderia continuar resolvendo o problema do casal, desde que me desse a mesma atenção), até que ela se levantou, me deixou sozinha e pegou o telefone da mão da moça, pra falar de novo que o pai dela era ótimo cliente.

Tive vontade de ir atrás, e gritar: “É. O pai dela pode até ser, mas ela é tão inadimplente quanto eu. Querendo eu chamo a minha mãe!”

santander

Mas simplesmente me levantei e fui embora, sem nada dizer e tampouco a gerente perguntar. Me senti humilhada! Na a minha época de Banco Real, eu também era boa cliente, com limite, cheque especial e tudo o mais. Um revés na vida me fez inadimplente, mas agora que posso também estava querendo resolver questões financeiras e retomar minha vida.

Voltei uma terceira vez, agora acompanhada de um amigo. Foi a única vez que esta gerente me deu atenção!

Milagrosamente, consegui conversar com ela! Não sabia os números dos cheques,  mas ela conseguiu encontrá-los no sistema e me passou o número 3312-3500 para que eu ligasse no dia 16/11/2012 para saber se já havia sido liberado os cheques. Doce ilusão! NUNCA CONSEGUI FALAR COM ESTE NÚMERO.

Quando abri a conta, era moradora da Freguesia e dona de comércio no mesmo bairro. A agência era acessível. Hoje, moro na Vila da Penha, trabalho em Acari, quando muito vou ao Centro da Cidade, pra compromissos de trabalho. Fica inviável faltar trabalho, sim, porque pra ir até lá tem que perder o dia de trabalho, porque o atendimento é moroso, sem contar a distância.  Não deveriam servir café e água na agência, mas uma picanha com guarnição, pelo tempo que se perde!

Setembro/2013, tendo precisado ir a uma reunião na Barra da Tijuca, fui até a agência. Disse que o pedido das microfilmagens teria acontecido em novembro/2012, sei lá, tudo é digitalizado hoje, achei que fosse possível manter um banco de dados na agência, até porque eles cobram pelo serviço. Encontro a mesma gerente, que disse que não estaria mais disponível. Sem se levantar, falou em voz alta com o gerente pessoa jurídica se era possível ou não. Ele também confirmou que não.

– Você poderia pedir novamente, então?
– Tem os números?
– Infelizmente, não. Não sabia que a reunião terminaria a tempo, nem esperava poder passar aqui..
– Tem que ter os números (me interrompendo)
– Mas eu não tinha os números antes, você viu pra mim no sistema.

santander

E nesse momento fui interrompida por um senhor que aguardava a outra gerente.

– A hora de almoço dela dura quanto tempo?
– Já era pra ter voltado, disse a gerente. Eu vou ligar pra ela.

E ai, voltando-se pra mim: Será que você podia ver no siste…

– Então, se vai ligar, liga logo, interrompeu de novo o homem.

E ela pegou o telefone, ficou tentando localizar a outra menina. Não me deu mais resposta nenhuma.

Quer dizer, eu não sou NADA mesmo. Quando espero a minha vez não sou atendida. Quando estou na minha vez, ela se deixa interromper. Por que minha conta está bloqueada? Pois saibam que quando for possível desbloquear eu vou cancelar essa conta com muito gosto. NUNCA FUI TÃO MALTRATADA!

O que será que aconteceu com aquela determinação de após cinco anos de dívida o nome limpa? No meu caso seria justo, porque estou tentando pagar mas o péssimo serviço que me prestam, impede a solução. #prontodesabafei

Deixe um comentário

Arquivado em Cotidiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s