Arquivo da tag: desejo

E lá se vai 2009

Geralmente prefiro deixar o balanço anual para o dia do meu aniversário. A gente vai ficando mais velha e a sensação de recomeço, ao menos para mim, é mais intensa. Promessas de ano novo… Não. Definitivamente não as faço. Seja qual for o balanço, aceito de bom grado as experiências e encaro as novas, de peito aberto. Prefiro planejar de pouquinho em pouquinho as arestas que vou aparando e os objetivos que preciso alcançar.  

Entretanto, o ano que acaba merece um tchau pela dor que me causou.

Em janeiro, perdi meu pai. Perdi um pedaço do meu chão. E embora, ainda hoje, todo mundo me diga que ele descansou, encerro o ano com a mesma dor que ele começou. Não sei bem se um dia essa ferida virará só uma leve cicatriz, mas definitivamente, 2009 marcou minha vida a ferro, com dor.

Foi o fim também do meu contrato na Fiocruz, depois de uma linda cobertura fotográfica da Colônia de Férias. Nunca vou esquecer os dois anos de trabalho e os colegas que fiz por lá. Foi a primeira porta no jornalismo aberta pra mim, profissionalmente falando. E, de verdade, marcou minha vida. Ter que dizer adeus, me traz lágrimas aos olhos ainda hoje. Talvez mais um sentimento que amenize com o tempo.

E falando em tempo, obrigada de mais aos amigos da vida real que me permitiram alugar ouvidos e entregaram seus corações. O clã fica cada dia menor, mas o time fica cada dia mais eficiente no socorro.  

Ô Braaaaand (piadinha interna)…

Em particular, obrigada ao Twitter que me trouxe a irreverência do @inverbis. Não teria atravessado o caos dando tantas gargalhadas, não fosse essa figura (Aproveitando o retrô, esse foi o ano que o Twitter bombou e já era tema da minha monografia um ano antes. Sim, sou genial).

Apesar de todos os medos, cheguei aos 30. Não senti mais dores por isso. Continuei moleca, sonhadora e tendo decepções amorosas cada vez piores. Felizmente, onde há espinhos, também há rosas. Em dezembro voltei à redação de rádio e, apesar de tudo, estou feliz com a minha falta de tempo até pra cuidar do blog. Prenúncio de um 2010 de mais alegrias e realizações.

É o que desejo pra mim, e pra vocês.

Vejo vocês o ano que vem.

3 Comentários

Arquivado em Cotidiano

Protocolo

Se tem uma coisa que me deixa Fê da Vida são as regras hipócritas da sociedade. Coisinhas do tipo: Não fale com estranhos (como é que a gente conhece pessoas novas), ou então, se alguém na rua, te perguntar se você vai bem, minta dizendo que “sim”. E, sobretudo, não transe no primeiro encontro.

Queimamos sutiãs em praça pública, lutamos “ombro a ombro” pelo direito de igualdade, somos mantenedoras de muitas famílias, mas dizer que tem o desejo… Ah, isso ainda é crime! Faz da mulher contemporânea (como nos tempos da vovó) uma puta suja da pior espécie. Indigna de receber um telefonema no dia seguinte.

Será?! Será que isso é uma questão do universo masculino ou feminino?

O que eu sei é que hoje é dia de Mulheres à La carte!

Acesse, leiam, comentem

mulheres

2 Comentários

Arquivado em Cotidiano