Arquivo da tag: Lançamento

O ‘X’ da Questão

Esse é o título do livro do arquibiliardário Eike Batista, diga-se de passagem, a única coisa que o filho dele leu até o final na vida, segundo informações da Veja.  Na boa? Se alguém quiser me presentear no natal com o volume, eu aceito de bom grado.

Diferente do Thor Batista, a faculdade não me cansou, fiz uma até o final, depois fiz alguns cursos de extensão e, tudo isso, exige bastante leitura de coisas “emboladas” como ele diz. Já entendi faz tempo que estou indo no caminho errado pra aristocracia, o certo, era simplesmente ter nascido bem, como o caso do playboy. Quem sabe lendo as experiências de um sujeito tão bem sucedido, não tomo o caminho de volta?

Quer dizer, também tem a opção casar-se bem, por isso, Thor, lindinho, não tenho nada contr você, tá anjo? Querendo viver um conto de Cinderela às avessas comigo… Estamos juntos, me liga muito! Até leio pra você, com tradução simultânea, histórias em quadrinhos e similares, ok?! Como mãe, tenho experiência com isso.

Até porque esse menino de 20 é uma vítima das circunstâncias: Papai Eike, coleciona uma fortuna que varia de 50 a 60 bilhões, conforme o famigerado mercado financeiro.  Se eu tivesse esse tanto, meu filho também seria um príncipe andando só de helicóptero pra onde fosse.

Enfim… Enquanto não chega esse momento (se é que chegará) de Thor ler isso e me levar pra ‘família real’, podem me agraciar com livro “X da Questão”, vai que pego algumas dicas de como ser mais bem sucedida, mesmo tendo indo na contramão dos acontecimentos?

Ó, Thor, dizem que a primeira dica do seu papai é:

“Ninguém é feliz sozinho. Compartilhar é bom”. Estou te dando oportunidade de compartilhar renda… Olha que coisa mais espírito de natal?!

HahaHaha

Quanta bobagem!

1 comentário

Arquivado em Entretenimento

Marley e eu: espere boas risadas, mas não esqueça do lencinho

Marley     Nada melhor para tirar as teias de aranha do ambiente que falar de uma estréia do cinema: o filme “Marley e eu”, que chegou às salas cariocas (e Paulistas) em pleno dia de natal e… Comove. Talvez o clima solidário que envolve a data ajude, mas a produção baseada no best-seller de John Grogan é simples e envolvente.
  
A história gira em torno das peripécias de um cão Labrador hiperativo nada educado, mas que está ao lado do casal John e Jenny Grogan nos principais momentos de suas vidas, como por exemplo, a primeira tentativa frustrada dos dois terem um filho, na mudança de vida de Jenny quando nasce o primeiro (e depois o segundo) filho e no conflito profissional de John, que não sabe se quer ser um colunista ou um jornalista que escreve grandes reportagens.
      
Ainda que pareça, o longa não é mais um filme sobre cachorros, embora Marley seja um dos protagonistas, a trama mostra mais o encontro de dois mundos. É a doação do animal com o seu dono e vice-versa. Coisas que talvez a gente não olhe com cuidado no cotidiano, mas que gera grande reconhecimento na tela, afinal, quem nunca sofreu com um filhote que comia cadarços de sapato ou comia beirada de móveis? Só quem nunca teve o prazer de ter um cachorro (gato, passarinho, aquário, e similares) em casa, nunca achou que o seu animal era o pior do mundo. Ou o que dava mais trabalho.
      Por isso Marley, arranca grandes gargalhadas do público se jogando em piscina, correndo atrás de pombos e desobedecendo adestradora durona e, talvez por esse motivo, seja difícil conter as lágrimas no final.
    
Diria que é um programa bom para toda família, assim como, levar para casa um “cão de promoção”. Divirtam-se!

1 comentário

Arquivado em Entretenimento

Promoção Arretada

receita_do_ouvinte

Promoção gostosa assim me deixa Fê…liz da Vida!

Mas, atenção o contemplado deverá retirar o brinde na rádio, que fica
na Ilha do Governador – RJ

1 comentário

Arquivado em Promoção