Arquivo da tag: publicidade

Pimenta de Sexta a Noite

Quando se tem certeza que a unica coisa que te espera sexta a noite é pornografia na tela do PC… Você acaba descobrindo essas coisas:

U-huuuu

A brincadeirinha é uma ação publicitária da marca de água mineral francesa Contrex. O “strip tease masculino” de leds mesmo não sendo  real é uma ação que ficou bem divertida, não acham?

Imaginem isso no Brasil, lá nos Arcos da Lapa?! Ou bem no paredão do Copacabana Palace?! Ia bombar, né não?! O verão está chegando, heim, empresários e… Nada se cria! Disso estamos carecas de saber. #Ficadica

2 Comentários

Arquivado em Besteirol

Interatividade até no papel

A palavra de ordem é interatividade! A era digital deixou todo mundo mal acostumado. Até o Youtube deixou de ser uma mera ferramenta reprodutora de vídeos e já possibilita a criação de vídeos interativos. Eu mesma já mostrei um exemplo muito bacana disso aqui.

Minha irmã diz que essa droga de computador deixou todo mundo alienado (vale dizer que ela só mexe em computador pra limpar), mas a verdade é que quando o consumidor pode interagir com a marca, ela chama mesmo mais atenção do seu público alvo. Só a rabugenta da minha irmã não consegue atinar.

Estou ficando especialista em nariz de cera, hein! Rs

O que você quer dizer afinal Fefê?

Então… Esses dias eu vi um anúncio muito interessante de uma marca de cosméticos em uma revista. Isso mesmo, crianças. Pensando em fisgar a atenção das mulheres, a tal marca criou um anúncio interativo em veículos IMPRESSOS!

O publicitário genial que desenvolveu a peça para um hidratante, simulou linhas de expressão na atriz Vanessa Giácomo com linhas de costura mesmo. Ao puxar os fios do rosto impresso, as rugas iam desaparecendo e, ao final, tinha a frase “Nunca foi tão fácil evitar as linhas de expressão”.

Em geral, eu ia passar batida pelo anúncio. Porque, né, hoje em dias as revistas trazem mais publicidade que outra coisa e isso, é um pé no saco. Já no anúncio interativo eu parei pra brincar… E poderia falar com facilidade o nome da marca. Fixei. Só não vou contar porque não me pagaram pra isso. Estou nessa agora: só pa-gan-do.

Mas parabéns ao pessoal que está criando interatividade até nos veículos impressos. Recriar é preciso!

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia

Cadê minhas gotas de chocolate?

Todo mundo sabe que foto publicitária é muito diferente do produto em si; Até porque esse tipo de  imagem é especialmente produzida para a difusão comercial do produto, independente do suporte escolhido pelo anunciante, que tanto pode ser a mídia impressa – jornais, revistas, cartazes, out-doors, ou folhetos – quanto audiovisual, como multivisões e anúncios transmitidos pela televisão ou pelo cinema. Manipulação mesmo, para te dar água na boca.

O Big Mac que vem na caixinha para nossa mesa, nem de longe parece com a fotografia sobre o balcão. Assim como as comidinhas do Giraffas, as guloseimas do Habib’s, os congelados da Sadia… Não tem como fugir!  Mas nada me frustrou mais que os cookies da Bauducco.

Gente, cadê as gotas de chocolate?

O produto é mesmo para se comer apenas com os olhos… O chocolate Hershey’s aqui é só mesmo um cheiro, bem longe.

Ai, você me diz: Também…Vai comprar coisa barata!!!

Tudo bem, nada supera os fabulosos Chocookies. No entanto, não é a primeira vez que compro o “genérico”, por isso, é maior minha frustração: antigamente os cookies Bauducco não deixavam tanto a desejar. Agora, sim, essa embalagem não é foto publicitária, mas a maior de todas as propagandas enganosas.

Ô, Bauducco… Que coisa feia! Devolve ai, as gotas de chocolate.

1 comentário

Arquivado em Cotidiano

Dia do Amigo

Sou meio avessa a esse negócio de dia disso ou daquilo. Sou rabugenta, mesmo. Mas pior é o comércio que inventa e faz de tudo para fixar idéias que fazem tirar seu dinheirinho suado, e o consumidor ainda bate palmas.

Alguém já tinha ouvido falar em Dia do Homem? Pois é, mas O Boticário esse ano, fez questão de fazer campanha, para o dia 15 deste mês. Conclusão? A idéia se espalhou. Até no Twitter, só se falava nisso. Estão fazendo questão também de fixar o dia do beijo, das avós (existe há tempos, mas ninguém nunca ligou muito antes dos planejamentos estratégicos de mídias sociais)… E hoje, vejam só, é o dia do Amigo.

Pois é, recebo felicitações pelo dia, há cerca de três anos – pasmem tem gente que gosta de mim rabugenta como sou, acham até graça -. Está mais lento que o Dia dos Homens para pegar a moda. Mas está ai.

O que eu gostaria mesmo é que todos esses dias não trouxessem nenhum resquício de capitalismo. Fosse de fato uma homenagem singela a quem é importante na nossa vida. Portanto, contribuindo para a fixação desta marca, mas de modo mais puro, deixo aqui meu abraço a todos os amigos que curtem ler minhas sandices e que deixam ou não o calor do seu comentário. Sempre que precisarem: Amigos, estou aqui!

2 Comentários

Arquivado em Cotidiano